Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Celeste Amigo, Vem!

*****
CELESTE AMIGO, VEM!

Celeste Amigo, vem! Embora a noite escura
Transborde luto e dor, anseios e orfandade,
Nos caminhos sem pão, há treva e desventura,
Desesperos cruéis em meio a tempestade!

Celeste Amigo, vem! Que a miséria se espalha...
Há gritos de aflição na sombra que se adensa,
Há prantos de viuvez e estrondos de metralha,
Duelos da ambição e abismos da descrença...

Celeste Amigo, vem! Que há lázaros à espera,
Cegueira, lepra, morte, angústia e intemperança,
Traze, Senhor, de novo, a doce primavera,
Da paz que desabrocha aos honos da esperança.

Celeste Amigo, vem! Que o mundo aguarda aflito
O divino fanal de Tua inspiração!
Dá-nos, Senhor Jesus, o Teu olhar bendito!
Na alvorada de amor da eterna redenção!
Nina Arueira    
*****
(Psicografado por Francisco Cândido Xavier,
em Pedro Leopoldo-MG, 01/04/1944)

Lembrança de Irmã

Pelo Centenário de Nina Arueira em 07/01/2016.
*****

*****

LEMBRANÇA DE IRMÃ

Ah! minha Nina amada, abelha mansa
Da colmeia a que o Mestre se afeiçoa.
Guarda contigo, ovelha humilde e boa,
A saudade no escrínio da esperança!

Alma de arminho, cândida criança,
Mensageira do bem que aperfeiçoa,
Deus te enriqueça! Aureole-te a coroa
De eternidade e bem-aventurança!

Flor! – guarde-te o sol do amor divino,
Estrela! – acende o lume peregrino,
Irmã! – toda a ternura te reveste!

Espera e ama! exulta de alegria,
Que os teus amados chegarão, um dia,
Ao teu templo de luz no Lar Celeste!...
Auta de Souza         
*****
(Psicografado por Francisco Cândido Xavier,
em Pedro Leopoldo-MG, 07/01/1942)

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Poema Divino

*****
*****
Poema Divino
Pai nosso, que estás no céu, na terra, no fogo, na água e no ar. Pai nosso, que estás nas flores, no canto dos pássaros, no coração a pulsar; que estás na compaixão, na caridade, na paciência e no gesto de perdão.
Pai nosso, que estás em mim, que estás naquele que eu amo, naquele que me fere, naquele que busca a verdade. Pai nosso, que estás naquele que caminha comigo e naquele que já partiu, deixando-me a alma ferida pela saudade.
Santificado seja o Teu nome por tudo o que é belo, bom, justo e gracioso, por toda a harmonia da Criação. Sejas santificado por minha vida, pelas oportunidades tantas, por aquilo que sou, tenho e sinto e por me conduzir à perfeição.
Venha a nós o Teu reino de paz e justiça, fé e caridade, luz e amor. Reino que sou convocado a construir através da mansidão de espírito, reflexo da grandeza interior.
Seja feita a Tua vontade, ainda que minhas rogativas prezem mais o meu orgulho do que as minhas reais necessidades.
Ainda que muitas vezes eu não compreenda mais do que o silêncio em resposta às minhas preces, não Te ouvindo assim dizer: Filho aguarda, tua é toda a eternidade.
O pão nosso de cada dia me dá hoje e que eu possa dividi-lo com meu irmão. As condições materiais que ora tenho de nada servem se não me lembro de quem vive na aflição.
Pão do corpo, pão da alma, pão que é vida, verdade e luz. Pão que vem trazer alento e alegria: é o Evangelho de Jesus.
Perdoa as minhas ofensas, os meus erros, as minhas faltas. Perdoa quando se torna frio meu coração; quando permito que o mal se exteriorize na forma de agressão.
Que, mais do que falar, eu saiba ouvir. Que, ao invés de julgar, eu busque acolher. Que, não cultivando a violência, eu semeie a paz. Que, dizendo não às exigências em demasia, possa a todos agradecer.
Perdoa-me, assim como eu perdoar àqueles que me ofenderem, mesmo quando meu coração esteja ferido pelas amarguras e dissabores da ingratidão.
Possa eu, Senhor da Vida, lembrar de que nenhuma mágoa é eterna e de que o único caminho que me torna sublime é a humilde estrada da reconciliação.
Não me deixes cair nas tentações dos erros, vícios e egoísmo, que me tornam escravo de minha malevolência.
Antes, que Tua luz esteja sobre mim, iluminando-me, para que eu te encontre dentro de minh’alma, como parte que és de minha essência.
E livra-me de todo o mal, de toda violência, de todo infortúnio, de toda enfermidade. Livra-me de toda dor, de toda mágoa e de toda desilusão.
Mas ainda assim, quando tais dificuldades se fizerem necessárias, que eu tenha força e coragem de dizer: Obrigado, Pai, por mais esta lição!
*  *   *
Tudo o que nos cerca é poesia Divina. Há um traço de Deus em cada ser da Criação.
Busquemos por Ele no desabrochar das flores, no correr das águas, no canto do vento, no cintilar das estrelas.
Mas, acima disso, busquemos por Ele em nosso interior. Basta que, por um instante, fechemos os olhos e O sintamos: lá Ele está, dando rima aos versos de nossas vidas...
(Redação do Momento Espírita - CD v. 25, ed. FEP)
*****

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Hino do Natal


*****
Hino do Natal
Nós queremos, Jesus, neste dia
Recordar tua noite de luz;
Nós queremos, Senhor, relembrar
Tua vida de santa harmonia.
Nós queremos, Jesus, reviver
O sagrado Natal de Belém,
Teu amor, Tua fé, Tua cruz,
Teus exemplos de luta no Bem.

Ó ensina-nos, Mestre, a viver
Como irmãos neste mundo de dor,
E que a cada momento da vida
Estejamos dispostos a ser
Na lembrança fiel do Natal
Os obreiros de um santo labor.

Nós queremos, Senhor, consagrar
Nossa vida a uma vida melhor,
Nós queremos, Jesus, receber
Tua bênção de luz e de paz,
Auxilia-nos, pois, ó Senhor,
Nesta noite sagrada e querida,
A viver uma vida de amor,
Relembrando a lição esquecida
Que do Céu nos vieste trazer.

Suplicamos, Jesus, que despertes
Nossas almas do longo torpor
Em que temos jazido por séculos,
E nos faças volver, ó Senhor!
Ao caminho da luz e do bem,
Onde as dores e as lutas nos sejam
A esperança abençoada e feliz
De entrar no Teu Reino de Amor!

Clóvis Tavares
*****

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O Prazer de Servir

*****
O Prazer de Servir

Toda a natureza é um serviço.
Serve a nuvem, serve o vento, serve a chuva.
Onde haja uma árvore para plantar, plante-a você;
Onde haja um erro para corrigir, corrija-o você;
Onde haja um trabalho e todos se esquivam, aceite-o você.
Seja o que remove a pedra do caminho,
O ódio entre os corações e as dificuldades do problema.
Há a alegria de ser puro e a de ser justo;
mas há, sobretudo, a maravilhosa, a imensa alegria de servir.
Que triste seria o mundo, se tudo se encontrasse feito,
se não existisse uma roseira para plantar, uma obra a se iniciar!
Não o chamem unicamente os trabalhos fáceis.
É muito mais belo fazer aquilo que os outros recusam.
Mas não caia no erro de que somente há mérito
nos grandes trabalhos;
há pequenos serviços que são bons serviços:
adornar uma mesa, arrumar seus livros, pentear uma criança.
Aquele é o que critica; este é o que destrói; seja você o que serve.
O servir não é faina de seres inferiores,
Deus que dá os frutos e a luz, serve.
Seu nome é: Aquele que Serve!
Ele tem os olhos fixos em nossas mãos
e nos pergunta cada dia: Serviu hoje? A quem?
A árvore? A seu irmão? A sua mãe?
Gabriela Mistral
(Tradução de Fernandes Soares)
*****

domingo, 4 de outubro de 2015

Pelo Dia de São Francisco

            “Põe todos os pensamentos no Senhor; Ele se encarregará de prover pelo teu sustento.” (Salmos, 54: 23)
*****
*****
         “Nós vos adoramos, Senhor Cristo, aqui e em todas as igrejas do mundo inteiro, e vos bendizemos por nos terdes redimido com a vossa Santa Cruz!” (São Francisco de Assis)
 *****
“Quem és, meu caro Senhor e Deus, e quem sou eu, o mais humilde verme da terra entre os teus servos? Meu Senhor bem amado, quanto quereria amar-te eu! Meu Senhor e Deus, dou-te o meu coração e o meu corpo; mas com que alegria faria mais, por teu amor, se soubesse como!” (São Francisco Assis)
 *****

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Toda Gentileza é uma Declaração de Amor

*****
Toda Gentileza é uma Declaração de Amor
Gentil é aquele que passa pela vida do outro, toca-o com leveza e marca-o onde ninguém mais pode ver.
Lembro-me que, quando pequena, sempre saia com meu avô pela rua. Figura agradável e prestativa, não economizava sorrisos ou negava favores. Jamais o vi reclamando que alguém não pagou pelo seu trabalho ou que foi explorado. Brincava com as meninas da padaria, dava gorjeta, ajudava aos irmãos, aos filhos e mimava as netas. Quando trabalhava, fazia-o assoviando. O que o tornava tão especial e querido por todos? O que o mantinha nesse estado de equilíbrio com o ambiente? Gosto de pensar que ele era gentil consigo e com a vida.
Todos passamos por situações complicadas. Somos ludibriados, destratados e, muitas vezes, até mal amados. Sofremos com a falta de dinheiro, temos preocupações com a nossa saúde, com a saúde dos filhos, dos nossos pais, do nosso cachorro. Entretanto, o que difere o ser gentil é que ele não coloca seus problemas no centro do mundo e nem acha que todos têm que parar com suas vidas porque ele não está bem. O verdadeiro entendedor da gentileza sabe ser suave com o outro, percebe que somos interligados por algo maior que nossos próprios interesses, que as relações humanas são pétalas de uma mesma flor.
Ainda hoje, embora tenham se tornado espécimes raros, diz a lenda que, quando vistos, são facilmente reconhecíveis. São aqueles que nos olham verdadeiramente nos olhos, que, quando íntimos, nos dão abraços apertados, que cumprem suas promessas e que não pensam antes de se levantar e oferecer seu lugar no banco.
O ser gentil é naturalmente educado, pois valoriza o outro como pessoa. Sabe que respeito é afeto, que delicadeza é cuidado e que toda gentileza é uma declaração de amor.
Josie Conti
*****

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Fácil e Difícil

*****
FÁCIL E DIFÍCIL
Fácil amontoar. Difícil distribuir. 
Fácil falar. Difícil fazer. 
Fácil arrasar. Difícil construir. 
Fácil reprovar. Difícil compreender. 
Fácil acomodar. Difícil realizar. 
Fácil ganhar. Difícil ceder.
Fácil crer. Difícil discernir.
Fácil ensinar. Difícil exemplificar.
Fácil sofrer. Difícil aproveitar.
Qualquer pessoa, de qualquer condição, pode fazer o que é fácil; entretanto, efetuar o que é difícil pede noção de responsabilidade e burilamento íntimo. É por esse motivo que o Espiritismo, sendo em si mesmo a doutrina da fé raciocinada, para que se cumpra o imperativo evangélico do "a cada um segundo as suas obras", reclama o combustível do serviço individual, para que brilhe, em cada um de nós, o facho da educação.
Albino Teixeira
(Livro: “Caminho Espírita”, psicografado por Chico Xavier)
*****

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Hoje é o Tempo

*****
HOJE É O TEMPO
Ontem, foste o que eras.
Amanhã, serás o que fizeres de ti.
Hoje, porém, és o que és.
Por isso mesmo, não te detenhas.
Aproveita agora para realizar o bem que deves e já possas fazer.
Emmanuel
(Psicografado por Chico Xavier)

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Palavras de Clara

DIA 11 DE AGOSTO
*****
            Para continuarmos a buscar a santidade em nossos tempos!
       Ponha a mente no espelho da eternidade, coloque a alma no esplendor da glória.
          Ponha o coração na figura da substância divina e transforme-se inteiro, pela contemplação, na imagem da divindade.
        Desse modo também você vai experimentar o que sentem os amigos quando saboreiam a doçura escondida, que o próprio Deus reservou desde o início para os que o amam.
             Ame totalmente o que se entregou inteiro por seu amor, aquele cuja beleza o sol e a luz admiram, cujos prêmios são de preciosidade e grandeza sem fim.
Santa Clara de Assis
*****
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...