Pesquisar este blog

domingo, 4 de janeiro de 2009

Aprendendo com os Animais - Marley & Eu

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.
Autor Desconhecido
Hoje assisti “Marley e Eu”, confesso que não pude evitar as lágrimas... Coloco abaixo algumas palavras do livro.
*****

“Uma pessoa pode aprender muito com um cão, mesmo com um cão maluco como o nosso. Marley me ensinou a viver cada dia com alegria e exuberância desenfreadas, aproveitar cada momento e seguir o que diz o coração. Ele me ensinou a apreciar coisas simples – um passeio pelo bosque, uma neve recém-caída, uma soneca sob o sol de inverno. E enquanto envelhecia e adoecia, ensinou-me a manter o otimismo diante da adversidade. Principalmente, ele me ensinou sobre a amizade e o altruísmo e, acima de tudo, sobre lealdade incondicional.
Lealdade. Coragem. Devoção. Simplicidade. Alegria. E também as coisas que não tinham importância. Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro. Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. É realmente muito simples, mas, mesmo assim, nós humanos, tão mais sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não. Ele nos ensinou a arte do amor incondicional. Como oferecê-lo e como aceitá-lo”
(John Grogan).
*****
"Felizes são os animais, que pelo faro descobrem os amigos" (Machado de Assis).

7 comentários:

Carol Timm disse...

Benja,

Sempre quis ter um cãozinho, mas o destino me trouxe gatos. Por isso posso falar que os gatos são diferentes dos cães, mas temos a mesma relação de amor e amizade com eles.

Aliás, hoje pequenos vídeos na net com o "Dewey - um gato entre livros" e posso garantir que esse livro também deveria virar um filme.

Concordo contigo plenamente: temos muito que aprender com os animais.

Beijos e uma feliz semana!
Carol

Marilac disse...

Benja,
Eu cresci sempre com cachorrinhos, gatos, passaros, e outros bichinhos.eu gosto deles, mas meu pai e irmã adoram e entao a casa sempre esteve cheia.
Então concordo plenamente que eles são anjos disfarçados, e com seu amor incondicional operam milagres em nossas vidas! Não é a toa que a medicina já desenvolveu tratamentos e terapias com a participação deles.

Dei de presente o livro "Marley e eu"para meu pai, que leu e amou!
Vi o trailer no you tube e fiquei com vontade de assistir!

Imagino o quanto vc deve ter se emocionado e lembrado da querida Dolly.Amor incondicional, alegria, companheirismo,lealdade esses sentimentos marcam e se eternizam .

Bjs e obrigada pela dica do filme
Marilac

Mel disse...

Benja,assisti o filme com minha mãe e irmão e saímos do cinema com as lágrimas ainda nos rostos!
Sempre tivemos bichos em casa. Atualmente temos 1 casal de cães e 1 casal de periquitos e não tem coisa mais gostosa do que chegar em casa e ser recebida por eles. Os cachorros fazem "aquele" escândalo, só faltam derubar a casa de tanta felicidade!
Gosto muito, gosto muito MESMO!
:) Beijos

Paulo disse...

Realmente os animais são grandes de alma.

Ela disse...

Eu gosto da tua sensibilidade!

Beatriz disse...

Caraca , esse filme é muito perfeito ! por mim,veria até minha morte ! <3

sukita disse...

quando vi o filme nao deu para segurar chorei do comeco ate o fim, no comeco chorei pelo amor e carinho do marley com o dono,e no final chorei pela sua morte uma cena lamentavel.
meu sonho era ter mu igual e minha mae ganhou um e dei a ele o nome de marley ,ate que o cachorro caiu do sofa e quebrou a perna ai percebir que era um verdadeiro marley.
"OS CAES SAO OS NOSSOS VERDADEIROS AMIGOS, POIS ESTAO COM AGENTE NOS MOMENTOS MAIS DIFICIL DE NOSSAS VIDA"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...