Pesquisar este blog

sábado, 17 de janeiro de 2009

Quem se Humilha Será Exaltado

Narram os Fioretti que, certo dia, São Francisco caminhava com Frei Leão. E, como estavam resolvidos a não descuidar de agradecer a Deus, Francisco propôs ao companheiro uma espécie de oração alternada: Eu direi assim: “Ó Frei Francisco, tu fizeste tantos males, e tantos pecados no século que és digno do inferno!” E tu me responderás: “Coisa verdadeira é que mereces o inferno profundíssimo!”. E Frei Leão, com simplicidade de pomba, respondeu: “Com muito gosto, pai. Comecemos em nome de Deus!
Então São Francisco começou a dizer:
Ó Frei Francisco, tu fizeste tantos males e tantos pecados no século, que és digno do inferno!” Mas Frei Leão respondeu: “Frei Francisco, Deus fará por ti tantos bens, que tu irás para o paraíso!” Por isso Francisco disse: “Não digas assim, Frei Leão, mas, quando eu disser: “Frei Francisco, tu mereces ser maldito!”, deves responder: “Verdadeiramente és digno de ser posto entre os malditos!
E Frei Leão respondeu: “Com muito gosto, pai!
Então Francisco começou a suspirar e a chorar, dizendo em vos alta: “Ó meu Senhor do céu e da terra, cometi contra ti tantos pecados, que de todo sou digno de ser por ti amaldiçoado!” Mas Frei Leão respondeu: “Ó Frei Francisco, Deus te fará tal, que entre os benditos serás singularmente bendito!
Ora, Francisco admirou-se muitíssimo de ver que Frei Leão lhe respondia inteiramente o contrário daquilo que lhe era ordenado, e, censurando-o, lhe disse: “Por que não respondes como eu te ensino? Por santa obediência te mando que respondas como eu te ensinar! Portanto, eu direi assim: “Ó Frei Francisco, mauzinho, pensas que Deus terá misericórdia de ti, que cometeste tantos pecados contra o pai da misericórdia e Deus de toda consolação, que mereces misericórdia?” E tu, Frei Leão, ovelhinha de Deus, responderás: “De modo algum és digno de achar misericórdia”. Mas depois, quando São Francisco disse: “Ó Frei Francisco, mauzinho, etc.”, Frei Leão respondeu-lhe: “Deus Pai, cuja misericórdia é infinita mais do que o teu pecado, fará contigo grande misericórdia, e sobre ela te acrescentará muitas graças!
A esta resposta, Francisco, docemente irado e pacientemente conturbado, disse a Frei Leão: “E por que tiveste a presunção de agir contra a obediência, e já tantas vezes tens respondido ao contrário daquilo que eu te impus?!
Muito humilde e reverentemente Frei Leão respondeu: “Deus sabe, meu pai, que a cada vez eu me pus no coração responder como mandaste; mas Deus faz-me falar como lhe apraz, e não segundo a mim apraz!” Coisa de que São Francisco se admirou, e disse a Frei Leão: “Rogo-te carissimamente me respondas desta vez como eu te disse”. E Frei Leão respondeu: “Em verdade, pai, todas as vezes eu desejo responder como queres!
Então Francisco, vertendo lágrimas, disse: “Ó Frei Francisco ruinzinho, pensas tu que Deus tenha misericórdia de ti?” E Frei Leão respondeu: “Frei Francisco, graça grande receberás de Deus, e ele te exaltará e glorificará eternamente, porque quem se humilha será exaltado; e eu não posso dizer outra coisa, porque Deus fala pela minha boca!
Johannes Joergensen
*****
(Imagem - escultura de São Francisco em Assis)

3 comentários:

Mel disse...

Benja, confesso ter ficado emocionada com o que postaste hoje... Quantas vezes pensamos que não temos mais jeito, que estamos sem saída e esquecemos do amor de Deus.
Que saibamos nos ajoelhar, nos prostrar diante Dele.
Um lindo dia!
Beijos

Carol Timm disse...

Lindo post, Benja... me fez pensar muito!

Beijos e boa semana para ti, irmãozinho...
Carol

Marilac disse...

Benja,
Também eu me emocionei!
Tanto amor nas palavras de Frei Leão que soube deixar Deus falar através dele.

Que possamos ter essa certeza do amor do nosso Pai!

bjs
Marilac

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...